quinta-feira, 15 de maio de 2014

O HOMEM QUE AMEI



                            O HOMEM QUE AMEI

       
       O homem dos meus sonhos era doce e amável,
       era inteligente e gentil
       e  me escrevia cartas de amor.

       O homem que me veio era doce e amável,
       inteligente e gentil,
       e me escreveu cartas de amor.

       O homem que desejei era bonito e elegante,
       forte e companheiro.

       O homem que me veio era mais bonito,
       mais elegante, mais forte e companheiro.

       O homem que dizia me amar era misterioso,
       fugidio e distante .

       O homem que amei
       era igual a todos os outros homens.

       Mas era o homem que eu amei.

       O homem que amei não existe mais.
       Ele vive impermeável,
       dentro de um outro homem.

      Este outro homem 
      feito do amor que era meu.


3 comentários: